Quais tipos de papelão ondulado existem e como descartá-los corretamente?

Os papelões são materiais muito conhecidos e utilizados tanto pela população geral, quanto no comércio e indústria. Apesar disso, o que muitas pessoas não sabem é que existem diferentes tipos de papelão ondulado.

Os usos desse material são os mais diversos, porém o grande destaque que esses papéis recebem é no seu uso para produção de caixas e embalagens de produtos.

Por se tratar de um papel altamente reciclável, de custo de produção relativamente baixo e também por ter características que garantem o transporte seguro e adequado de diversos produtos, os vários tipos de papelão ondulado desempenham uma função fundamental para o ramo industrial e comercial.

Para compreender mais sobre esses materiais, é importante, portanto, conhecer um pouco mais sobre os principais tipos de papelão ondulado.

Tipos de papelão ondulado

A classificação dos papelões é feita com base nas características das ondas desse papel. Mas antes de falar especificamente sobre como são essas ondas, é necessário saber como é a estrutura geral das chapas desse papel.

De forma resumida, os papelões são montados a partir de 2 estruturas: o miolo e a capa. A capa nada mais é do que a parte mais superficial e lisa (sem ondulações). Já o miolo é a porção mais interna que possui as ondulações características dos tipos de papelão ondulado.

Essas duas partes, quando colocadas juntas, formam as placas de papelões que podem ser utilizadas para a produção de caixas e outras embalagens.

As ondas são padronizadas e nomeadas com letras (A, B, C, E, BB, BC, etc). Cada uma dessas letras representa uma espessura diferente para a onda em questão.

Em relação aos tipos de papelão ondulado, existem:

  • Onda A: espessura de aproximadamente 5mm
  • Onda B: espessura de 3mm
  • Onda C: espessura de 4mm
  • Onda E: cerca de 1,5 mm de espessura

Há ainda a possibilidade de junção de duas ondas em uma mesma placa, ou seja, papelões de onda dupla. Por exemplo, a onda BC significa a uma placa formada por ondas B e C coladas a 3 placas lisas.

Qual a diferença entre esses tipos de papelão ondulado?

Saber essa parte de ondulações possíveis pode parecer besteira, porém elas fazem grande diferença no resultado final da sua embalagem ou caixa. Isso porque, cada onda representa uma espessura final diferente para as placas de papelões.

Assim, é possível conseguir uma embalagem mais grossa e resistente, ou então uma mais fina e frágil. A decisão de quais tipos de papelão ondulado serão utilizados irá depender de qual produto será transportado na embalagem.

Por exemplo, se for um produto mais frágil, o ideal é utilizar uma chapa um pouco mais espessa, a fim de reduzir possíveis impactos mecânicos durante o transporte.

Como deve ser feito o descarte correto dos diversos tipos de papelão ondulado?

Se o assunto é descarte adequado de materiais recicláveis, como acontece com os vários papéis e plásticos existentes, é impossível não citar a coleta seletiva.

Quando esses materiais são descartados de forma correta, em lixeiras separadas do lixo urbano comum, o trabalho dos catadores e até mesmo das empresas recicladoras se torna muito mais simples.

Desde o descarte apropriado nas lixeiras especiais, até a venda para empresas aparistas, é importante que os resíduos dos tipos de papelão ondulado sejam eliminados de forma consciente.

Na Grande São Paulo, a Aparas Macedo é uma das empresas aparistas referência no mercado de compra e venda de materiais recicláveis. Entre em contato e faça sua cotação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *