Por que reciclar papel usado é uma missão de todos nós?

Reciclar papel usado é realmente importante? Pois podemos dizer que é possível colocar várias objeções a qualquer afirmação favorável ao sentido de urgência no que diz respeito ao tema.

É uma provocação importante que devemos fazer, porque sempre é um momento oportuno para refletirmos sobre aquilo que árdua e apaixonadamente defendemos.

Etiologicamente, a defesa das políticas sustentáveis relacionadas à indústria do papel e celulose esteve intrinsecamente ligada a duas variáveis:

  • desmatamento das florestas para extração da celulose;
  • poluição ambiental.

Quanto ao desmatamento das florestas, o Brasil possui uma política de reflorestamento voltada para o setor, de tal modo eficiente, que 100% da celulose do país provêm das florestas replantadas. O que, pelo menos em tese, elimina a questão do desmatamento.

Já quanto à poluição causada pelo papel, temos que os resíduos desse material levam três meses para decompor-se na água e até seis meses para decompor-se no solo. Pode-se alegar que o plástico leva até 450 anos, logo o papel seria inofensivo como agente poluidor.

Temos que reconhecer que isso até faz sentido, mas melhor do que passar de 3 a 6 meses poluindo e comprometendo a integridade de inúmeras formas de vida, principalmente as que vivem na água, é reduzir a zero o descarte de papel na natureza.

Questão ambiental longe de ter sido resolvida

A verdade é que a indústria de papel e celulose responde por 5% do PIB nacional. Logo, é uma atividade econômica essencial para o Brasil, principalmente em decorrência de suas reservas de matéria-prima.

Mas a verdade é que nem tudo são flores. Há dois aspectos na indústria do papel, mesmo que oriundo das florestas replantadas, que compromete profundamente o meio ambiente.

Em todas as fases do processo, desde a extração, há um enorme emprego da água como parte indissociável da produção, mas o pior é a água devolvida à natureza pela indústria após ter sido usada no processo de transformação da celulose em papel. É que essa água volta para a natureza com sua qualidade completamente comprometida, carregada de agentes químicos.

Essa e outras razões para reciclar papel usado

Temos essa e outras razões para reciclar papel usado. Ao reciclarmos o papel, estamos alimentando uma importante indústria, que é a da reciclagem. É ela quem transforma sucata novamente em matéria-prima para alimentar a indústria.

Apenas 37% do papel produzido no Brasil voltam para a economia via reciclagem. Isso significa que ainda temos um grande potencial de crescimento dessa indústria. O que significa reduzir sensivelmente a dependência da matéria-prima in natura. Além, claro, de reduzir a poluição pelo papel.

Só que há ainda outros fatores econômicos e sociais. A indústria da reciclagem desloca parte da cadeia de suprimento da indústria do papel para dentro da cidade. E isso significa gerar renda para milhares de pessoas, entre catadores cooperados, empresas aparistas, revendedores e trabalhadores do setor.

Ficou claro por que reciclar papel usado é uma missão de todos nós?

Sugerimos, então, que você assista a este vídeo para poder aprofundar um pouco mais o tema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *