Onde encontro PEAD à venda na Grande São Paulo?

Procurando por sucata de PEAD à venda na grande São Paulo? Não será tão difícil, afinal a indústria de reciclagem está bem desenvolvida na região, assim como a sua cadeia de suprimentos.

Você pode mapear as cooperativas de coleta e reciclagem de lixo da região e entrar em contato para obter o material. A grande São Paulo conta, também, com empresas bem estabelecidas na atividade de compra e venda de resíduos para reciclagem.

Essas empresas são de grande porte e contam com grandes estruturas para o transporte, tratamento e enfardamento dos materiais, como o PEAD, entregando para a indústria de reciclagem uma matéria-prima de alto valor.

Caso você esteja em busca de PEAD à venda, pode entrar em contato com a Aparas Macedo, uma das principais empresas do setor de compra, tratamento e venda de sucata da região. Principalmente se você trabalha com grandes volumes.

Faça um contato!

A Aparas Macedo, além do PEAD, trabalha com todos os tipos de plástico e papel reciclável. Fazemos o gerenciamento de resíduos da sua empresa, cuidando da coleta, transbordo, transporte, tratamento e destinação dos resíduos.

Trabalhamos, inclusive, com resíduo de ferro, avaliando a viabilidade de reciclagem desse material, do ponto de vista técnico e econômico, assim como fazemos a gestão da sucata não reaproveitável, promovendo o descarte correto e ambientalmente responsável, garantindo, em todos os casos, que sua empresa não sofra sansões.

O que diferencia o PEAD dos outros plásticos e para que ele serve?

Agora que você já sabe onde encontrar PEAD à venda, que tal saber um pouco mais sobre esse material? Trata-se de um tipo de plástico, o polietileno de alta densidade.

O polietileno é uma resina derivada do petróleo, que pode ser de baixa, média ou alta intensidade. São materiais com características distintas, com a finalidade de atender a diferentes propósitos industriais.

O PEAD, por suas características físicas, é empregado na indústria para a produção de artigos como brinquedos, engradados, caixas d´água, tubos e conexões, bacias e embalagens para produtos diversos, como alimentos, artigos de limpezas e óleos automotivos.

A utilização do PEAD na fabricação desses produtos é possível graças à possibilidade de moldá-lo. A transformação é feita por meio de um processo que inclui sopro, injeção e extrusão.

Esse tipo de plástico tem entre seus atributos o fato de ser inquebrável, atóxico, leve, rígido e com grande resistência mecânica e química.

Por que reciclar o PEAD?

Apesar de todas as suas propriedades, que o tornam um dos materiais preferidos pela indústria de embalagens, o PEAD não é menos nocivo ao meio ambiente que outros materiais semelhantes, estando entre os resíduos que levam mais tempo para decompor-se, causando graves danos, poluindo terra, água e ar.

A boa notícia é que o PEAD, entre os polímeros, está entre os mais facilmente recicláveis, podendo entrar na composição de novas matérias-primas.

Vale ressaltar que o petróleo é um recurso natural não renovável, que, além de tudo, possui preço volátil, condicionado por questões econômicas e políticas internacionais. A reciclagem atua regulando o preço da matéria-prima para a indústria e reduzindo a dependência do petróleo.

O mais importante, no entanto, é o efeito obtido no controle da poluição, com a redução do descarte desse material na natureza. O plástico é extremamente útil à sociedade, porém absolutamente nocivo ao meio ambiente. Podemos cuidar para que ele seja apenas útil e a massificação da reciclagem como modelo econômico é o caminho.

Para complementar o conteúdo do artigo, sugerimos assistir a este vídeo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *