O que se faz com o papel reciclado? Conheça alguns produtos!

Um dos produtos mais populares e mais consumidos em todo o mundo, o papel possui um ótimo potencial para reciclagem. Seu reaproveitamento contribui com a preservação de recursos naturais e ainda minimiza a poluição ambiental. A partir desse processo é possível produzir uma série de produtos feitos a partir do papel reciclado. Você sabe quais são eles? Confira nesse post!

Do que é feito o papel?

O papel é feito de fibras vegetais, basicamente extraída da polpa da madeira de árvores, principalmente eucaliptos e pinheiros. As fibras necessárias à sua fabricação têm propriedades específicas, como alto índice de celulose, que é obtida através de processos químicos e mecânicos de separação.

Como o papel é reciclado?

O processo de reciclagem é semelhante ao de produção do material virgem. O papel é reciclado através do reaproveitamento das fibras de celulose existentes no produto usado. É possível fabricar papeis somente a partir de fibras secundárias, ou seja, 100% recicladas.

Devido à degradação das fibras, o papel só pode ser reciclado de 4 a 10 vezes. Quanto maior a deterioração, maior a necessidade de pasta virgem no processo de produção de um novo papel para se manter a qualidade.

Depois de coletado pelas empresas de aparas de papel, o material é triado, classificado, enfardado e enviado às indústrias de reciclagem. Lá ele é triturado e passa pelas seguintes etapas:

  1. Desagregação/Maceração: Mistura do papel com água, com o objetivo de enfraquecer a ligação entre as fibras;
  2. Depuração: Lavagem, similar a uma peneiração, para eliminar os contaminantes;
  3. Dispersão: Dissolução dos contaminantes através de temperaturas entre 50° a 125°C;
  4. Destintagem: Remoção de partículas de tinta das fibras;
  5. Branqueamento: processo opcional, feitocom alvejantes, quando a destintagem não é suficiente.

O que pode ser feito com papel reciclado?

Existem diversos tipos de produtos que podem ser feitos com papel reciclado. A maior parte deles apresenta qualidades semelhantes ao do papel virgem e podem ser utilizados normalmente, sem riscos à saúde e ainda contribuindo com a preservação do meio ambiente. Veja abaixo.

Jornais: A maioria dos jornais são feitos a partir de papéis reciclados.

Revistas: Assim como os jornais, muitas revistas também podem ser produzidas a partir da reciclagem de papel.

Papel para impressão offset: É aqui onde ocorre a maior utilização do material já reciclado, porém é necessária alta qualidade das aparas. Essa categoria envolve papeis de escritório, livros, cadernos, envelopes, etc.

Sacolas de papel: Muitas sacolas podem ser feitas através de papel reciclado. Elas possuem muita qualidade e resistência.

Embalagens: Muitas embalagens podem ser fabricadas com papel reciclado. Elas não perdem qualidade na impressão e são muito funcionais. As embalagens de ovos, no formato de formas, são os exemplos mais comuns.

Papelão: Apesar de muita gente não saber, o papelão é feito basicamente de fibras de celulose recicladas. Ou seja, é possível produzi-lo a partir de papel velho.

Papel higiênico: Esse produto reciclado não é tão vendido quanto o convencional, mas ele é muito seguro e confortável, assim como qualquer outro.

Papel Toalha/Guardanapos: Produtos descartáveis que podem ser feitos a partir da celulose de papel reciclado, eles se enquadram em uma categoria similar à do papel higiênico.

Artesanato: Para quem tem criatividade, é possível usar papel reciclado em muitos itens artesanais. As ideias vão de decorações de jardim, origami, vasos para plantas, até ornamentação de caixas e móveis, entre outros.

Viu quanta coisa podemos obter a partir do papel reciclado? Para manter o ciclo da reciclagem sempre ativo, não deixe de separar o lixo reciclável do orgânico e de certificar-se que a destinação dos resíduos está sendo feita da forma correta, por coleta seletiva. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *