O que fazer quando se tem aparas de papel branco para reciclar?

A reciclagem de aparas de papel branco é uma importante atividade do ponto de vista da evolução de uma economia sustentável no país. Mais do que isso, a indústria da reciclagem movimenta uma importante cadeia de valor, que envolve cooperativas de catadores, empresas aparistas e a indústria de transformação.

A indústria de reciclagem movimenta bilhões de reais anualmente e ainda está muito longe de preencher todo seu potencial de crescimento. Algo que será possível na medida em que aumente a conscientização da população quanto aos procedimentos sustentáveis.

A indústria de reciclagem de papel e papelão ocupa posição de liderança nesse processo. Desde 2016, o país se aproximou de um patamar de recuperação de 60% desses materiais. Sem contar que a matéria-prima in natura, a celulose, é 100% extraída de florestas replantadas.

Como resultado das condições atuais em que se apresenta a indústria de papel, temos um quadro bastante positivo, que inclui:

  • preservação dos recursos naturais;
  • redução expressiva do descarte de papel e papelão no meio ambiente;
  • geração de emprego e renda na cadeia de valor da indústria de reciclagem.

Como funciona a indústria de reciclagem de aparas de papel branco?

O papel branco é aquele que passa por um processo químico de clareamento, gerando um material mais nobre, utilizado na produção de cadernos, livros e papéis para impressão. Entre os tipos mais conhecidos temos o papel vergê, o papel Kraft, o papel de linho branco, o duplex e o perolado.

As aparas de papel branco são um material totalmente reciclável e que pode, durante a transformação, passar novamente pelo processo de branqueamento. Por isso, e pelo fato de circular em grande volume na economia, é um dos materiais preferidos da indústria de reciclagem.

A base da cadeia de suprimentos do setor são as cooperativas de catadores, que recolhem aparas de papel banco em residências, condomínios, estabelecimentos comerciais, industriais, públicos, de serviço, de ensino e outros.

As empresas aparistas são estruturas mais robustas, que movimentam o comércio de aparas de papel branco. Elas compram de empresas que produzem grande volume de sucata de papel, fazem a triagem e o tratamento do material, assim como o transporte, e revendem as aparas enfardadas para a indústria de reciclagem.

Se você está na Grande São Paulo e produz grandes volumes de aparas de papel branco, entre em contato com as Aparas Macedo. Atendemos toda a região, com bons preços e agilidade.

Esse é o mesmo procedimento das cooperativas de reciclagem, que também vendem o material enfardado para as recicladoras, que fazem o processamento do mesmo, transformando novamente em pasta de celulose para a fabricação de novos produtos. A matéria-prima é vendida novamente para os fabricantes de papel, completando o ciclo.

Como garantir que as aparas de papel branco possam ser recicladas?

O papel branco é 100% reciclável, mas é preciso que sejam respeitadas algumas condições. O papel não pode estar contaminado com gordura, resto de comida, carbono cola ou alguns tipos de tintas.

Portanto, para que o descarte das aparas de papel branco seja feito corretamente, mantendo-as reaproveitáveis, é necessário que não sejam misturadas com lixo orgânico e mesmo outros materiais sólidos, além de serem mantidas em locais secos. O papel também não deve ser amassado, pois isso desvaloriza o material.

Não são recicláveis o papel celofane e o papel vegetal, além de papéis plastificados, metalizados ou parafinados, os quais, se possível, devem ser separados das aparas de papel branco, o que, inclusive, valorizará o material. Esperamos que o conteúdo tenha sido útil. Para complementar o conteúdo, sugerimos que assista a este vídeo sobre o tema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *